Passeio na Web

Para você que navega na web com uma canoa, podemos te dar um transatlântico!!

Rastreando Automáticamente seus Pacotes

  Caros amigos dessa embarcação, hoje a conversa vai interessar muito para quem faz compras internacionais/importações ou quem está esperando ansiosamente por aquela correspondência. Foi lançado ha poucos dias uma ferramenta que vai facilitar muitíssimo a vida de todos vocês, o Meu Entregador, sim a notícia é quentinha. Com essa nova ferramenta, você vai poder [...]

Quebrador de Links

Neste post, você irar descobrir como acabar com aqueles malditos protetores de links

Monetizando seu blog/forum com Skimlinks

  Olá passageiros. Como muitos leitores já sabem o Passeio na Web existe há alguns anos (desde 2007), desde então venho tentando monetizá-lo (ganhar dinheiro com ele), pelo menos pagar seus custos, hospedagem, domínio, etc. No começo era bem difícil, testei diversas formas de monetização, dentre elas os mais famosos como AdSense e HotWords. Infelizmente [...]

Pra quem gosta de blogs e livros

  Olá passageiros Pra quem gosta de ler e gosta de blogs, tenho uma excelente recomendação!! Esse blog, pelo que eu sei, existia há um tempo atrás no blogspot (http://livreseblog.blogspot.com/), o intuito dele é falar sobre livros! Sim, óbvio né? O nome é de uma criatividade tremenda, realmente gostei e o mais legal dele é [...]

Cursos Online Gratuitos

Passeio Na Web te fornecerá agora uma lista de instituições super conceituadas do mercado que oferecem cursos a distância, completamente online, e gratuitos

Aulas de Idiomas Na Sua Casa

Caros passageiros, hoje vamos compartilhar com vocês dois programas muito interessante para quem está interessado no aprendizado em línguas estrangeiras.

Comprando Perfume pela internet

UPDATE Olá pessoal Infelizmente parece que o fragrancex não está mais honrando com seus compromissos. Então eu não recomendo mais a compra nele. Quer ficar atualizado?! Acesse: http://importabr.com.br/viewtopic.php?f=8&t=437 UPDATE Olá Passageiros Bom, como muitos de vocês sabem estou sem acesso ao blog durante o horário comercial, o que está realmente dificultando a continuidade das postagens. [...]

Acabei o Ensino Médio e quero “Estudar Informática”

Olá passageiros! Estou muito feliz por estar escrevendo meu primeiro post aqui no Passeio Na Web, mas antes de começar, gostaria de me apresentar. Meu nome é Aline Bergamo Camargo e estou no quinto semestre do curso de Processamento de Dados da FATEC Sorocaba. Acompanho o site há muito tempo e espero não desapontá-los. Quando [...]

Encontrando Emprego na Internet Parte Final – Vagas de Emprego

Finalmente o último post da serie Encontrando Emprego na Internet. Agora você vai descobrir aonde e como encontrar o seu emprego na internet. Os melhores sites, reunidos especialmente para você que está desempregado, ou atrás de uma vaga melhor.

Encontrando Emprego na Internet Parte II – Trainee e Estágios

Para você que está cursando o nível médio, técnico até o ensino superior e ainda não está estagiando, mostraremos 5 sites/serviços (instituições) para você encontrar seu estágio. Todos os serviços selecionados aqui podem ser utilizados gratuitamente.

Mundo Livre

Escrito Por Luizão Em abril - 8 - 2009 ADD COMMENTS

gnu-linux1

Essa é a nova e única coluna, até agora, do Passeio na Web. O Panthro me chamou para escrever sobre Linux e software livre. Mais exatamente sobre as alternativas que existem a softwares proprietários que você usa copiado do amigo que puxou um crack animal da internet. Começando pelo seu sistema operacional, o Windows. Ou você comprou o computador com ele instalado ou você o instalou posteriormente. Se você se encaixa no primeiro caso, ainda existe a chance de você estar usando um software pirata. Muitas lojas que vendem computadores com Windows só instalam o software em todos os computadores com a mesma licença. Portanto, mesmo que você tenha comprado o computador com Windows pré-instalado, você pode ser um criminoso.

Sim, aos olhos da lei, e da Microsoft, você é um criminoso. Você está usando algo que não é seu. Você pegou o Windows que é propriedade da Microsoft e está usando sem a permissão da empresa. Por mais idiota que essa idéia possa parecer ela é verdadeira. Mesmo que você “compre” o Windows para instalar no seu computador, ele não é seu. Ele continua sendo da Microsoft, você apenas compra o direito de usá-lo respeitando os termos que a Microsoft impõe. Não estou aqui para fazer propaganda contra a Microsoft ou alimentar o ódio no coração das pessoas. Meu objetivo aqui é apenas instruí-los sobre as alternativas que existem para te tirar da ilegalidade. Além disso, essas alternativas te dão total liberdade de uso, inclusive alterar o software para adaptá-lo ao uso que você quer fazer dele. A primeira solução livre é o Linux, um sistema operacional livre. Uma alternativa ao Windows.

Clique para Ampliar

Quando os computadores ainda eram apenas grandes calculadoras, os sistemas operacionais eram específicos para cada máquina. Cada computador tinha que usar um sistema operacional diferente. Além disso, esses programas eram escritos diretamente em linguagem de máquina, Assembly, o que dificultava muito as melhorias e correções necessárias. Até que um cara resolveu criar uma linguagem de programação que fosse mais amigável para os humanos e fosse independente do hardware. Essa linguagem é o C e dele surgiu o UNIX. O UNIX foi, por muito tempo, o único sistema operacional. Naquela época não existia o conceito de software proprietário. Os programas eram feitos no âmbito acadêmico e uma faculdade cooperava com a outra e os programas eram passados adiante. Cada um fazia o que queria, era uma suruba, ninguém era de ninguém.

Isso aconteceu até que a empresa que desenvolvia o UNIX descobriu que vender o programa era um bom negócio. Então ninguém mais pôde usar o UNIX sem permissão dessa empresa. Muitos cursos de computação ficaram sem um sistema operacional para estudar, pois o código do UNIX não era mais aberto ao público e ninguém podia mexer nele. Enquanto isso, um professor de uma faculdade da Holanda ficou puto pois não podia usar o UNIX para dar suas aulas sobre sistema operacional. Esse professor era Andrew Tanenbaum e ele desenvolveu um sistema operacional para usar em suas aulas, o MINIX. Tanenbaum sabia tudo de UNIX e fez o MINIX à imagem dele. Não contente em fazer o sistema operacional, ele publicou o código do programa na USENET. Então, várias pessoas começaram a usar e fuçar no código desse sistema operacional. Até que um finlandês chamado Linus Torvalds começou a levar a sério essa história e desenvolveu o Linux. Ele foi adaptando o MINIX às suas necessidades até lançar o Linux em 1991.

Mas o Linux era apenas o começo de um sistema operacional. Ele não continha compiladores, editores de texto, leitor de email, etc. O Linux apenas gerenciava os recursos do computador. Saindo da Finlândia e indo para os EUA, um carinha chamado Richard Stallman estava puto com as empresas que desenvolviam software. Quando essas empresas começaram a desenvolver software, este não era o produto das empresas. Portanto, ele não era vendido, mas compartilhado. Nos anos 80 muitas dessas empresas descobriram que seria um bom negócio transformar o software em produto e proibiram a cooperação entre os usuários. Isso emputeceu o Richard. Todo usuário de computador precisa de um sistema operacional, se não existe um sistema operacional livre, então você não consegue nem começar a usar o seu computador sem usar software proprietário.

O problema de usar software proprietário é que você só vai fazer o que o software deixar. Portanto o software limita a sua liberdade e você não pode mudar esse software para fazer algo que ele originalmente não te deixa fazer. Logo, o computador é seu, mas você tem que usar do jeito que a empresa que fez o sistema operacional deixa. É igual comprar um carro e não poder trocar o óleo, filtro de ar, pneus, botar insulfilm. Você entende agora a revolta do Richard Stallman?

Ele fundou a Free Software Foundation (Fundação do Software Livre) para arrecadar fundos para fazer o sistema operacional livre dele, o GNU. E começou a desenvolver compiladores, editores, leitores de email e notícias, browsers, etc. E ficou faltando o kernel para o sistema operacional dele ficar pronto. Quando Linus Torvalds lançou o kernel Linux como software livre, Richard Stallman só teve o trabalho de juntar tudo e fazer o GNU/Linux, um sistema operacional livre. Qualquer um pode usar como quiser e mudar o software a vontade. Além de distribuir e compartilhar o software com outras pessoas.

Depois disso, todo mundo quis fazer o seu sistema operacional e surgiram várias distribuições de GNU/Linux. Todas muito parecidas e muito diferentes. Existem hoje centenas de distribuições desde as mais simples até as mais sofisticadas. Aqui tem uma lista das 10+ distribuições linux, em inglês. Escolha uma, instale e saia usando seu computador com toda a liberdade do mundo.

Related Posts with Thumbnails

Acompanhe

  • acompanhe
  • acompanhe
  • acompanhe

Digite seu e-mail
e receba nossos artigos

Mouse Eye Tracking by PicNet IT support services

Switch to our mobile site